Blog Ecopontes

cropped-image-1.png

Entre em Contato

BLOG ECOPONTES

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Pontes de Concreto – A evolução da construção de pontes

Ponte de Concreto construída pela Ecopontes

Antes das pontes de concreto, a humanidade já necessitava de pontes para superar obstáculos. Antes do advento da agricultura, éramos um povo nômade, desta forma utilizamos de artifícios naturais para transposições de obstáculos.

A ponte em viga é o tipo estrutural de ponte mais antigo.Estruturalmente, este modelo de ponte exige apenas uma estrutura rígida colocada sobre dois pilares. Inicialmente, usávamos para travessia troncos de árvores que caíam sobre rios, riachos e vales, os quais certamente foram as primeiras pontes utilizadas pelo Homem. A ponte em viga facilitou a busca de novos abrigos e principalmente alimentos. 

Porém, nem sempre havia troncos de árvore para realizar a travessia de rios, riachos e vales, de modo que, para isso, a humanidade passou a criar as primeiras pontes feitas de troncos de árvores ou pranchas de madeira e eventualmente de pedras.

As pontes de madeira usavam suportes simples, além de traves mestras, que são elementos estruturais que, na posição horizontal, possibilita o suporte da maior parte das cargas da construção de uma ponte. 

As primeiras pontes de concreto

Com o início da mudança cultural humana de nômade para colonizações permanentes, surgiram as populações semi-nômades, comunidades que deram início às aldeias, vilas e cidades, passaram a possuir um abrigo estático e regular. Desta forma, em alguns períodos saíam em busca de alimentos e retornavam para as suas comunidades. 

Essa evolução cultural fez com que os povos com vida predominantemente sedentária buscassem opções de construção de pontes com estruturas mais resistentes e duradouras. Por causa desta necessidade, deu-se origem às primeiras pontes de concreto, denominadas de pontes de lajes de pedra, ou apenas pontes de pedra.

Entre as pontes de pedra mais antigas, ainda presentes em nossa civilização, está a ponte em arco construída na região de Esmirna, localizada sobre o Rio Meles na Turquia. A estimativa é que ela seja do século IX a.C. Porém há vestígios de pontes em arco de pedra desde cerca de 4.000 a.C. na região da Mesopotâmia e no Egipto.

Primeira ponte de concreto no Brasil

A Ponte Maurício de Nassau, localizada no município de Recife, interliga os bairros do Recife e Santo Antônio. É considerada a primeira grande ponte do Brasil, com 180 metros de comprimento. Sua construção deu-se início em 1640 e foi inaugurada em 28 de fevereiro de 1643 chamada Ponte do Recife.

Mapa Holandês - ponte do Recife de 1665
Mapa Holandês – ponte do Recife de 1665

 A ponte foi substituída por uma ponte de ferro em 7 de Setembro de 1865 com novo nome: Ponte 7 de Setembro, deixando-a mais elegante, mais larga e forte. Apenas em 18 de Dezembro de 1917, reinaugurou-se a Ponte Maurício de Nassau, homenageando o seu construtor. Em março de 1920 foi realizada a  troca de todo o calçamento da ponte, além de serem encomendadas quatro estátuas de bronze de três metros de altura da Fundição Val d’Ornes, na França, dando à ponte o aspecto geral do qual permanece até hoje.

No Estado de São Paulo, foi inaugurada em 15 de maio de 1875, a ponte Irmãos Rebouças, conhecida mais tarde como a ponte do Mirante, localizada em Piracicaba/SP. Sua construção foi destinada para servir como um canal de escoamento de produtos agrícolas do interior do Estado de São Paulo.

Foto em Preto e Branco da Ponte do Mirante construída em 1875 (Fonte: IHGP)
Ponte do Mirante inaugurada em 1875 em Piracicaba/SP. Foto do Acervo do IHGP – Instituto Histórico Geográfico de Piracicaba

Importância das pontes de concreto

Na atualidade continuam se desenvolvendo diversos estudos para aprimorar a tecnologia de construção de pontes. A evolução é principalmente de estética, de durabilidade e de custo.

O objetivo principal das pontes de concreto é possibilitar a conexão entre duas vias, quando rio, riacho, mar e córregos, são denominadas pontes, mas quando são usadas para transpor vales, avenidas e ruas ou outros obstáculos são chamados de viadutos.

As pontes e viadutos são comuns em pequenas e grandes cidades. Elas são peças fundamentais para encurtar distâncias e economizar tempo. Para a construção das pontes, além do concreto, são utilizadas estruturas metálicas que possibilitam maior durabilidade, resistência, redução de manutenção e agilidade na construção.

Tanto no meio rural, quanto no meio urbano, as pontes e viadutos são planejados para resistir a veículos de grande porte, como ônibus, tratores, caminhões bitrens entre outros veículos de carga e passageiros.

Projeto de Construção de Pontes 

No processo de construção das pontes são levados em consideração vários fatores, entre eles estão:

  • Peso das cargas
  • Segurança
  • Funcionalidade
  • Estética
  • Mobilidade 
  • Terreno, Informações tipográficas, hidráulicas
  • Limitações de acesso

Estes fatores influenciam diretamente no processo de construção, assim como no projeto, determinando informações como:

  • Largura da ponte
  • Comprimento da ponte
  • Altura da construção
  • Cabeceira da ponte
  • Comprimento dos vãos e vãos livres
  • Quantidade de vias
  • Largura de faixas
  • Acostamentos
  • Passarelas de pedestre
  • Ciclovias ou ciclofaixas 

De mão destas e outras informações, é possível dar início ao projeto que será elaborado por um engenheiro.

Importância histórica e estética

Na área de engenharia rodoviária e ferroviária, construções como pontes, viadutos, túneis e passarelas são consideradas obras de grande importância, denominadas como obras de arte “especiais” (OAEs) por serem distintas às construções comuns.

As pontes fazem parte do patrimônio histórico de diversas civilizações antigas e contemporâneas. Sua importância é tamanha que em muitas cidades do Brasil e do Mundo são consideradas cartões postais, por exemplo:

  • Ponte Hercílio Luz em Florianópolis/SC, no Brasil;
  • Ponte Juscelino Kubitschek, em Brasília/DF, no Brasil;
  • Ponte Estaiada – Octávio Frias de Oliveira, em São Paulo/SP, no Brasil
  • Ponte Romana de Alcântara, em Alcântara, na Espanha;
  • Ponte Golden Gate em São Francisco/Califórnia, nos Estados Unidos;
  • Ponte de Brooklyn em Nova Iorque, ligando Brooklyn e Manhattan, nos Estados Unidos;
  • Pont Neuf em Paris, cruzando o rio Sena, na França.
  • Ponte do Gard, em Vers-Pont-du-Gard, na França
  • Tower Bridge, em Londres, na Inglaterra
  • Ponte de Rialto, em Veneza, na Itália.
  • Langkawi Sky Bridge, em Langkawi/Kedah, na Malásia.
  • Grande Muralha da China, Huairou District, China.

Como contratar Ecopontes para construir sua ponte

Inicialmente, é necessário que você entre em contato com a Ecopontes e informe as dimensões da ponte, cidade e estado, além de informações de contato como e-mail e WhatsApp para retornarmos e solicitar informações adicionais para realizar o orçamento e responder a sua mensagem.

Após enviar o orçamento com o prazo de execução da melhor solução de construção de ponte para o seu caso, aguardaremos o seu retorno com a aprovação da nossa proposta. Após a proposta e orçamento aprovados enviaremos o contrato com todas as informações incluídas na proposta aprovada. 

Com contrato assinado, daremos início ao seu projeto para que você receba no endereço e prazo combinados.

Conheça as soluções da Ecopontes

A tecnologia de construção de pontes evoluiu muito. A Ecoponte possui um sistema de construção inovador que permite a perfeita funcionalidade, segurança total, alta durabilidade e estética contemporânea de forma econômica. Confira nossas linhas de pontes em nosso catálogo de pontes e fale com nossos consultores para obter mais informações.

DEIXE UMA OPINIÃO OU PERGUNTA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM ESTES ARTIGOS